Quer pagar quanto?

17:25

Quando comecei minha vida de blogueiro, isso já faz uns três anos, procurava de tudo sobre o assunto e principalmente procurava como aumentar o fluxo de visitantes no blog, até hoje não consegui desvendar esse segredo, mas uma coisa que em qualquer lugar que pesquisava achei foi para fazer sorteio de qualquer coisa (de preferência que tenham a ver com tema do blog). Então a blogosfera como quase todas as coisas da vida funciona com aquela regrinha básica que se revela no dia-a-dia por essa pergunta: e o que eu ganho com isso? Essa poderia ser considerada a regra suprema da humanidade, creio que ainda não seja porque ninguém ganharia nada com isso. Como ela funciona, todo mundo já sabe muito bem, né safadenho, porque se é ensinada quando criança, quando adolescente algumas táticas e já adulto você descobre várias forma de usa-lá.





Ela está presente em todo tipo de relacionamento, desde o mais materialista, onde o velho safado sem escrúpulos tenta e muitas vezes consegue abusar da linda e puritana senhorita virgem  de seios avantajados, ou quando as duas pessoas realmente se amam e essa moeda de troca que cobiçam é o amor do outro só para ele. Quando se é criança isso funciona com os pais, mas principalmente as mães que não aguentam mais aqueles seres demoníacos que chamam de crianças, e que para domestica-las usam brinquedos, doces, salgados o que você quiser, use a criatividade. É nessa idade que conhecemos a primeira forma dessa frase, se você fizer isso (normalmente é ficar quieto) vai ganhar esse doce de jiló. Mau sabe as mães que nessa hora acabam de contaminar o espírito e alma da capeta criança.

Exemplos mais comuns da regra "o que que eu ganho" na nossa vida são:

  • Quando te mandam limpar a casa e/ou seu quarto você sempre fala "pra que limpar?" implicitamente nessa hora a regra entra em pratica, realmente você queria falar "o que que eu vou ganhar limpando meu quarto?".
  • Quando se vai a escola, faculdade ou coisas do tipo que você só vai por causa do que se recebe em troca, e normalmente nesses casos você também esta dando algo, quase sempre, as mensalidades, e algumas meninas outras coisas.
  • Exemplo clássico é o trabalho, onde essa regra esta explicita, mas nem sempre se ganha muito por ele.
  • Relações, quaisquer que sejam, entre amigos, familiares e os amorosos. Ninguém faz nada de graça, pode até dizer que sim, mas tenha certeza que nessa hora, na cabeça desse ser passa aquela ideia de comprar um terreninho no céu, e essa boa ação dele é seu tijolinho.
Isso é mais uma das coisas que esta na nossa vida, a cada momento, desde de que haja duas pessoas, a regra do o que que eu ganho entra em ação. Nem todos assumem isso, mas não precisa, esta escrito na sua testa ser.

E sobre o brinde aqui no blog, será que fumega? Pensando em um livro, que tal? E para confirmar que todos  são assim, respondam essa pergunta

Não estou dizendo que todos se vendem por dinheiro hein!
 PS.: O meu pedido de casamento não foi assim e nem queria que fosse, mas foi muito lindo.

You Might Also Like

4 Críticas

  1. ohhw podia ser um livro sim!
    mas tem que ser um best-seller :D


    PS.:vc foi pedido em casamento?

    ResponderExcluir
  2. Best seller, vamos ver.
    fui sim, foi liMdo.

    ResponderExcluir
  3. uuh :O
    e eu não sabia desse babado
    to choquê

    ResponderExcluir
  4. é uma verdade, foi se o tempo que as pessoas faziam as coisas pelas pessoas por pura vontade de realmente ajudar, mas existem as que se salvam, o fato de fazer algo sempre pensando algo em troca é uma necessidade humana e se for bem praticada pode trazer muitos beneficios, em um relacionamento, por exemplo, o parceiro faz sempre pensando em ter a mesma reação, se ele da amor, ele tbm vai querer amor e assim por diante, mas isso não é ruim, pois quando a relação social é mutuo, essa questão de dar e receber nem é percebida, pois os membros dessa relação farão isso de forma involuntária. E gentem, o pedido foi feito sim e ele disse SIMMMMMMMMMMMMMMMMMMM.

    ResponderExcluir