Tentando Agradar

23:07

Todos, sem exceção, desde quando criança sentem aquela necessidade de agradar, que as pessoas gostem  de você, de que a aceitem, de que no mínimo a suportem e fiquem por perto. Isso é uma coisa normal e saudável de se fazer, pois ou se é louco em querer viver só ou se torna louco vivendo só. Se engana aquelas que pensam que não levarão vidas solitárias sem não agradar ninguém, no mínimo um alguém. Claro que como eu, todo mundo encontra pela vida pessoas que gostam do seu ser da maneira como ele realmente é, sem mudanças, sem alterações, gosta de você como a pessoa que se tornou com suas experiências, forte, sem graça, chorão  e briguento, como todos falam "do meu jeito". Essa pessoa pode ser desde sua mãe, algum parente, um desconhecido que escolhe para ser seu amigo ou aquela pessoa que te escolheu para amar. Mas dificilmente, poderia até dizem impossível impossívelmente, vai conseguir viver em paz e tranquilo em uma sociedade, na nossa sociedade.



Obviamente que eu não estou dizendo para que deixe de ser você mesmo e encarne um personagem, muito menos tentar agradar a todos, porque isso sim é uma coisa impossível e eu dou um milhão de qualquer coisa para quem conseguir, mas que para aquelas pessoas que você gosta e gostam de você, seja mais paciente, tente mudar ou fazer menos aquela sua mania irritante, sim essa mesma.
Várias pessoas como eu se gabam de ser diferentes, não ser esse tipinho de gente por ai. Mas que falar a verdade, existe um porrilhão de gente, principalmente as meninas periguetes dadeiras que parecem que são feitas em um molde. Anos atrás eu era bem assim, me autodenominava diferente e queria deixar bem claro isso para as pessoas, lembro que entrei numa comunidade do tipo, esses dias achei ela e pensei, sou diferente e igual a mais vinte mil pessoas que também se acham diferente, ai já se tem um belo exemplo de que mesmo quem queria ser diferente e anormal, vai acabar se enquadrando em um grupo por sua escolha e talvez em um outro pela sociedade, porque é assim que as coisas são, se tem que participar ou ser ao menos rotulado para se fazer parte de um todo, e infelizmente, não se é possível escapar dele.
Como falei, desde criança somos ensinados e na maioria das vezes obrigados a agradar para sermos aceitos, aceitos na família, quem nunca ouviu quando criança a mamãe dizendo "filho, a mamãe não gosta disso", implicitamente ela diz que você tem que ser da maneira que ela quer para que seja aceito de forma pacifica naquela família. Quando se é criança se quer agradar os pais, quando adolescente os amigos do grupo que acredita fazer parte e quando adulto ou se torna igual as seus pais e tenta fazer todos sucumbirem a coesão social, ou se torna alguém que menospreza tal, mas mesmo assim será e terá que agradar para viver.

Várias, muitas e milhares de pessoas enchem a boca para dizer que é diferente, te digo, todos nós somos diferente, que graça teria se todos fossem paga pau mas é impossível ser completamente. Creio que se colocarmos na cabeça que mesmo sendo parecidos não perdemos nosso encanto, nossa particularidade, seria mais fácil conviver e viver. Essa coisa de querer ser diferente, para algumas pessoas é algo como a própria vida, que sua existência não acontecerá se não for completamente distinta de todo o resto da população universal, passam para o lado da esquisitice, do bizarro, e mesmo assim, ele encontra seus semelhantes de pensamentos iguais, dos quais ele irá gostar e vai tentar agradar em algum momento para mante-los por perto. Definitivamente, isso é uma coisa da qual não se pode fugir e tem que assumir. Eu, aqui nesse texto, quis expressar minha opinião, e ao mesmo tempo agradar a quem vai ler, tenho consciência que não vou e nem quero agradar a todos, nem a Lady Gaga conseguiu, mas quero agradar a aqueles com quem me importo, meus leitores.

You Might Also Like

3 Críticas

  1. Olha sem palavras, O vanildo conseguiu em três parágrafos sintetizar vamos assim dizer uns dois anos dos estudos das ciências socias, eu só tive um ano na faculdade e foi voltado para a área da saúde, uma das minhas matérias preferidas, mas voltando ao assunto, penso assim, viver em sociedade é uma luta por dia, pois o fato da aceitação como o vanildo deixou muito bem explicado é algo que nos é incutido desde crianças pela nossa família, depois vem a adolescencia e com ela os nossos amigos e depois a faculdade e o mercado de trabalho, em todas essas etapas nos vamos nos moldando as necessidades, nos moldando para que possamos ser aceitos naquele nicho especifico. Mas mesmo a sociedade sendo assim, não estou defendendo se isso é certo ou errado, mas posso afirmar com toda certeza que isso ocorre aqui no BRasil e na China, em qualquer lugar é assim não importa o que vc seja ou no que acredite, vc sempre esta se moldando para agradar alguém, o que deve ser levado em conta é que nós não podemos perder nossa essência pessoal, pois é ela que nos torna diferentes uns dos outros, e não se preocupem sempre haverá uma pessoa que te aceite do jeitinho que vc é, comigo é assim, a pessoa gosta de mim do jeito que eu sou, sem por nem tirar, né lindo...

    ResponderExcluir
  2. Pois é tudo e todos hoje em dia recebem rótulos,
    vide emos, góticos, piriguetes...
    Enfim, é um meio que a sociedade criou para por todos em seus lugares e vivermos conformados em busca de se encaixar em algum desses grupos.
    não adianta querer ser "diferente", não tem como. Pq em algum momento vc vai ver alguem que pensa igual a vc, que se veste igual a vc, e que tbm pensava ser "diferente"...

    ResponderExcluir